«Voltar

À MANHàde José Luís Peixoto

 

SINOPSE

Numa aldeia envelhecida do sul de Portugal, as personagens dão corpo aos seus próprios desejos e receios, numa linguagem que homenageia e fixa um património linguístico, onde as cenas atravessam o tempo e a vida e reinventam a esperança e o riso.

Algures num lugar do Alentejo, sofrendo a desertificaão dos lugares onde a pressa nunca chegou, cinco personagens, três mulheres e dois homens, caminham a vida pelo tempo das estações. E as estações têm Primaveras e Segredos, enganos e Verões, beijos nunca dados e, um Outono onde se retarda o último frio.

 

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Texto Original José Luís Peixoto | Dramaturgia Natália Luiza | Encenação Miguel Seabra e Natália Luiza Interpretação Carla Galvão(Ti Macha), Carla Maciel(Ti Irininha), Tânia Guerreiro(Ti Olga), Pedro Diogo(Ti Vlademiro) e Romeu Costa(Ti Estragão) | Figurinos Marta Carreiras | Espaço Cénico Rui Francisco |  Desenho de Luz Miguel Seabra | Música Original Fernando Mota |   Operação Técnica Rui Figueiredo | Montagem Rui Alves, José Manuel Rodrigues e Marco Fonseca | Assessoria Jurídica Diogo Salema Da Costa | Registo de Vídeo e Fotografia de Cena Patrícia Poção |  Produção Executiva Alexandra Libânio | Direcção de Produção Mónica Almeida | Co-Produção Teatro Meridional, Ass. Meridional Cultura São Luíz e Teatro Municipal EGEAC | Apoios Câmara Municipal de Lisboa, Espaço do Tempo e Salutis

«Voltar

Newsletter

Desejo receber novidades sobre o Teatro Meridional.