AL PANTALONE de Mário Botequilha

SINOPSE

Al Pantalone é a história de um embuste. Nada voltará a ser igual depois do golpe dado a um país, a uma geração, a muitas gerações, pelo ganancioso Pantalone, o homem que quer sempre mais uma moedinha no porta-moedas e um amigo bem colocado no bolso. Esta é a época em que a culpa morre solteira. E, no momento em que tudo muda para que tudo fique igual, quem reina é Pantalone.

SOBRE O ESPETÁCULO

Voltar a uma das linhas de trabalho que caracterizam a história do Teatro Meridional e o seu percurso artístico enquanto Companhia, foi uma das apostas desta nossa 47ª criação. Voltar a trabalhar com Mário Botequilha que, com o Teatro Meridional já criou dois textos, um dos quais - “Delírios dell'Arte” – recebeu o Prémio Melhor Texto de Teatro 2001 (Assoc. Port. de Argumentistas e Dramaturgos), foi outro dos nossos anseios.

A Commedia dell’arte deixou-nos uma tipologia muito vasta de personagens suscetíveis de serem encontradas em todas as épocas e períodos históricos. Reatualizá-las é sempre o grande desafio. No entanto, o momento histórico e social que atravessamos catapulta, infelizmente, mais do que nunca, as sociedades à submissão do controlo feito por Pantalones e Doutores. São mesmo eles os protagonistas deste 'espetáculo mundo', enquanto todos os outros - Zanis, Columbinas, Flávios e Isabelas - pagam a conta, as contas, todas as contas.

Requalificar a técnica de base do trabalho físico da Commedia dell’Arte, tornando-a um simulacro de si própria - como cada vez mais a vida parece simular-se a uma aparência de ser, entre obrigações e exigências - este é um espetáculo que de uma forma muito clara, quase excêntrica, tal como todas as imposições que nos são exigidas, faz da nossa atual existência o rastreio desse quotidiano, pautada com humor, já que entendemos ser o humor um dos mais sérios compromissos do teatro e do seu lugar social.

Miguel Seabra e Natália Luiza

 

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Texto Mário Botequilha | Encenação e Desenho de Luz Miguel Seabra Interpretação Guilherme de Noronha, Rui M Silva, Sofia Correia e Vitor Alves da Silva | Espaço Cénico e Figurinos Marta Carreiras | Música Original e Espaço Sonoro Rui Rebelo e Fernando Mota |  Assistência de Encenação Marta Carreiras, Vitor Alves da Silva e Emanuel Arada | Fotografia Nuno Figueira | Assistência de Cenografia Marco Fonseca | Mestre de Guarda-Roupa Aldina Semedo |  Costureiras Gabriela Miranda, Lurdes Antunes, Maria Sameiro, Paula Martins e Rosa Inácio |  Montagem Marco Fonseca | Operação Técnica Paulo Gomes (2017), Rafael Freire (2015), Nuno Figueira (2013) Produção Executiva Rita Conduto (2017), Natália Alves (2013) |  Assessoria de Gestão Mónica Almeida Direção Artística do Teatro Meridional Miguel Seabra e Natália Luiza

Classificação etária M/12

Teatro Meridional é uma estrutura financiada pelo Governo de Portugal – Secretário de Estado da Cultura / Direcção-Geral das Artes e apoiada pela Câmara Municipal de Lisboa

Espetáculo estreado a 10 de Janeiro de 2014 no Teatro Meridional

TEMPORADAS no Teatro Meridional

10 a 26 de Janeiro de 2014

26 de Novembro a 21 de Dezembro de 2014

18 de Janeiro a 5 de Fevereiro de 2017

 

Itinerância 2016 

20 de Abril, Bragança, Teatro Municipal de Bragança

28 de Abril, Castelo Branco, Cine Teatro Avenida 

Itinerância 2015 

18 de Julho, Almada, Festival Internacional de Teatro de Almada

12 de Dezembro, Torres Novas, Teatro Virgínia

Itinerância 2014 

08 de Julho, Almada, Festival Internacional de Teatro de Almada

10 de Junho, Pombal, TEP

 

 

 

Newsletter

Desejo receber novidades sobre o Teatro Meridional.