Projecto

candidu FB

 

O Teatro “Ţăndărică” de Bucareste apresenta o espetáculo “Cândido” 

no âmbito da Festa da Francofonia 2017

25 de março de 2017 | 19h00

ENTRADA LIVRE

 

Como todos os anos, o Instituto Cultural Romeno volta a ser, em 2017, um dos parceiros mais importantes da Festa da Francofonia em Portugal. Nas celebrações de Lisboa será apresentado, com o apoio do nosso instituto, o espetáculo de teatro "Cândido" na versão encenada por Cristian Pepino e na interpretação dos atores da companhia romena “Ţăndărică” de Bucareste.

"Cândido" encenado por Cristian Pepino é um espectáculo cheio de ritmo e cor, interpretado numa mistura de línguas, o que lhe confere um sabor especial, e que, para além dos meios tradicionais da animação usa a técnica da projeção digital. A novela de Voltaire é "lida" com inventividade e humor pelo encenador e cada evento resume a essência das idéias humanistas sobre poder, liberdade, amor e guerra. As referências do subtexto, destacadas com talento e destreza no manuseio das personagens fantoches pelos jovens artistas Mihai Dumitrescu, Liliana Gavrilescu, Georgiana Dinescu, Petronela Purima e Marin Fagu, convidam o espectador a uma reflexão mais atenta sobre a condição humana, desta vez, no entanto, com serenidade e auto-ironia.

            

A Festa da Francofonia, que já se tornou uma festa popular tradicional em Portugal, reúne este ano eventos organizados por países como Andorra, Bélgica, Canadá, Costa do Marfim, Egito, Suíça, França, Geórgia, Luxemburgo, Marrocos, Roménia, Republica da Moldávia, Senegal, Tunísia e Uruguai, sob o signo catalisador da Francofonia, valorizando ao mesmo tempo as especificidades de cada país. Pela consistência do evento proposto, "Cândido", na interpretação dos atores do Teatro "Ţăndărică" surge como um dos momentos centrais do evento.

O Teatro de fantoches "Ţăndărică" de Bucareste foi fundado em 1945 e, desde então, acolheu 4 edições do Festival Internacional de Teatro de Fantoches e  Marionetas (1958, 1960, 1965 e 1998). Em 1978, o Teatro ŢĂNDĂRICĂ recebeu o Prémio Erasmus pela importante contribuição na criação do perfil estético do teatro contemporâneo de marionetas. Realizou inúmeras digressões, participou em festivais de quase todos os continentes, recebendo inúmeros prémios de criação e interpretação (incluindo o Grande Prémio no Festival de Tolosa e no Festival de Praga). Ao longo dos tempos, foram montados espetáculos memoráveis como O Principezinho, O Livro de Apollodor, O Gato das Botas, Pinóquio, As três mulheres de Don Cristobal, Peter Pan, Ninigra e Aligru, Pedro e o Lobo, Tyl Eulenspiegel, Don Quixote, Sonho de uma noite de verão, Assembleia dos Pássaros, A Tempestade, etc. Entre os encenadores que trabalharam com os fantoches de "Ţăndărică" lembramos nomes como Liviu Ciulei, Silviu Purcărete, Radu Penciulescu, Catalina Buzoianu, Cristian Pepino, Victor Ioan Frunza, Felix Alexa ou Ion Caramitru.

Em 2016, o Teatro "Ţăndărică" apresentou no Teatro da Trindade, no âmbito do Festival Internacional de Almada, o espetáculo Assembleia dos Pássaros a partir de Farid Udin Attar, alcançando grande sucesso de público.

 

 

Newsletter

Desejo receber novidades sobre o Teatro Meridional.